Redes Social

Secretário aponta falta de estrutura e o Governo Estadual como principais vilões do Itapacurá





Em resposta a uma solicitação de esclarecimento acerca da precariedade ambiental do rio Itapacurá, o secretário municipal de Meio Ambiente da Vitória de Santo Antão, Severino Roberto, apontou as dificuldades que sua pasta tem com pessoal, transporte e recursos financeiros além da omissão do Governo do Estado com o Rio.

Segundo o secretario “a própria Compesa é quem polui o Rio na sua lavagem dos tanques na estação de tratamento com produto químico, localizado no alto do reservatório e tratamento de esgoto que não temos estar desatinado a mais de 10 anos, depois vem o Hospital João Murilo, outro que contribui pala a poluição” (sic). Além disso, Roberto ainda aponta empresas e comércios, (não especificou quais), lava rápido, reciclagens, dentre outros, como agentes poluidores do Itapacurá.

A bem da verdade é que enquanto sobram explicações para o problema, faltam ações, interesse e vontade política para a resolução. Apesar do dito crescimento econômico, Vitória de Santo Antão anda na contramão da sustentabilidade, ou seja, desenvolve-se sem nenhum planejamento ambiental. A palavra de ordem é o desenvolvimento, querem alavancar a cidade a tal posição passando por cima de tudo e todos, inclusive do Itapacurá.

 ============================================
Você tem alguma inquietação? Envie para o e-mail: deuocaraiemvitoria@hotmail.com
============================================


Enviado por: Melicio Oliveira


Blog Deu o Carai em Vitória

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opinião é como cheque: todo mundo pode emitir, mas não necessariamente vale alguma coisa. Respeito é bom e todo mundo gosta.

 

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA
Revista Fragmentos

Travessia Mata Centro

Escola Virtual

Ven1

Dieguinho Gravações

Marcelo de Marco

Amor por Clássico