Redes Social

Agência do BB Vitória de Santo Antão, oferece acampamento para clientes

Deu o carai no Banco do Brasil. A agência de Vitória de Santo Antão, está oferecendo acampamento para seus clientes.

Foto meramente ilustrativa

Vitória de Santo Antão, de acordo com o último censo (2010), tem uma população de 130.540 Mil habitantes, - para quem não sabe, “habitantes” é aquele que habita, vive, reside em um determinado ligar -  no entanto, todos sabem que tem mais, muito mais pessoas.    A cidade, atualmente, possui algumas indústrias, algumas de grande porte e outras “pirrototinhas”. A cidade que também é uma microrregião, engloba cinco municípios: Chã de Alegria, Pombos, Chã Grande, Glória do Goitá  e a própria Vitória de Santo Antão. Somando a população, chegamos ao total de 206.917 mil indivíduos, isso segundo o Censo de 2010, mas sabemos que é mais, muito mais. A densidade demográfica da microrregião é de 187,09 habitantes por km², mais do dobro da média estadual. Seu município mais importante é o de mesmo nome, Vitória de Santo Antão, importante centro comercial do interior pernambucano, distante cerca de 42km da capital. A microrregião é economicamente dependente do cultivo de cana-de-açúcar da região.

Para que essa população possa guardar seu santo dinheiro, o município possui seis (06) bancos. Para os menos afortunados cognitivamente, “banco”, além daquele feito para sentar, também é uma instituição financeira que aceita depósitos e concede empréstimos. O banco tem por funções depositar capital em formas de poupança, emprestar dinheiro, financiar automóveis e casas, trocar moedas internacionais, realizar pagamentos, etc.

A origem dos bancos remonta à antiguidade, pois na Babilônia já existiam pessoas que emprestavam, tomavam emprestado e guardavam dinheiro de outros. Tendo certo caráter sagrado, o dinheiro era confiado aos sacerdotes nos templos. Mas, segundo estudiosos de arqueologia, foram os fenícios os primeiros a realizar operações bancárias. Os romanos deram o nome hoje universal à instituição: "banco" vem do italiano, significando a mesa que os cambistas utilizavam para suas operações monetárias. Na época a principal ocupação dos bancos era a troca de moedas, mas também aceitavam depósitos e faziam empréstimos.

Entre os bancos de Vitória de Santo Antão, está ele: O Banco do Brasil. Que acreditamos que nunca levou o nome de “banco” tão a sério como está levando. Pois, quem precisa fazer uma transição ou qualquer outra coisa, como um simples pagamento no caixa presencial, tem que sentar no “banco” (quando tem) e esperar... esperar... O bom é que dá para filosofar.

De acordo com o cálculo feito pelos escribas do Blog, o tempo médio que uma pessoa leva para ser atendido é de 1h e 30 min. O bom, também, é que não tem nem bebedouro.  Lembrando que Bebedouro ou bebedoiro (língua portuguesa antiga) é uma fonte em que pessoas ou animais bebem água. Água que é  um elemento composto por dois átomos de hidrogênio (H) e um de oxigênio (O), formando a molécula de H2O. É uma das substâncias mais abundantes em nosso planeta e pode ser encontrada em três estados físicos: sólido (geleiras), líquido (oceanos e rios), e gasoso (vapor d’água na atmosfera). E também é de fundamental importância para a sobrevivência na terra.

Quem quiser passar o tempo de uma forma mais reflexiva pode observar o tranquilo movimento da Avenida Mariana Amália, pelo vidro.

Cogita-se que em breve o Banco estará oferecendo acampamento. O camping será no espaço que tem logo atrás das cadeiras de espera. Desta forma, é bom que comprem suas barracas o mais rápido possível, o espaço é limitado.
Foto meramente ilustrativa

Sem mais, O Blog Deu o Carai em Vitória, parabeniza a Agência do Banco do Brasil, Vitória de Santo Antão, por proporcionar o excelente serviço de estimular seus clientes a filosofarem enquanto esperam o atendimento.


Blog Deu o Carai em Vitória
Informações complementares da Enciclopédia Livre Online (Wikipédia); Portal Brasil Escola; e, Departamento Engenharia de Produção da UFSC
Imagens: Google Imagens

20 comentários:

  1. Se o Banco do Brasil tá assim... vai lá na Caixa Economica!

    ResponderExcluir
  2. Vale ressaltar também o seguinte: Se o filósofo prestar bem atenção, vai observar que muitos desses outros filósofos que vâo aos bancos todos os dias, as mesmas caras, são quase funcionários, só faltam bater o ponto. Não sei o que fazem tanto nesses bancos. Sem falar nas centenas que não sabem tirar um simples saldo no autoatendimento, ajudando com isso o "acampamento nos bancos", fora as verdadeiras cooperativas de fila de caixa, que trocam entre si senhas de atendimento e documentos a serem processados, travando as guichês de caixa e tornando a espera das outras pessoas um tormento. Há comentários que esses indivíduos fazem até confraternizações no final de ano. Claro que muita coisa está errada, mas convenhamos que às vezes os próprios usuários dificultam o que já é difícil. Muitas pessoas sofrem menos por conta do uso de outros canais, como por exemplo a internet, onde se pode fazer uma infinidade de transações sem sair de casa, ou também até mesmo um simples depósito feito no autoatendimento, visto que muitas pessoas preferem ir para a "boca do caixa". Tem muita coisa errada, o atendimento é demorado, mas temos certa parte de culpa também. Vamos filosofar a respeito?

    ResponderExcluir
  3. O que o nobre Anonimo colocou acima é bastante pertinente. Toda vez em que vou a um desses bancos daqui de Vitória, sempre encontro as mesmas pessoas, e o interessante da história é que as vezes essas mesmas pessoas chegam depois e sempre sao as primeiras a serem atendidas. É pro cara ficar encraiado com força!

    Outra coisa que concordo com o Anonimo acima é a questao da falta de informação de muita gente, as vezes são coisas tao simples, mas que acabam prejudicando todo mundo que tem algo mais importante a fazer.

    É foda!

    O Banco do Brasil melhorou muito, bronca era quando nem cadeira tinha.. era todo mundo em pé!

    Mas de fato, o Banco nao cresceu junto com a cidade. Assim como os Correios, o BB deveria construir ou mudar-se para um prédio maior.

    ResponderExcluir
  4. Gostei do post!

    Estou ajudando uma amiga na divulgação do blog, se puder comentar e seguir...Abraço
    http://gihcamp.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Realmente, nem o banco nem a cidade cresceu junto com a população, o banco deveria aumentar e acrescentar funcionarios, só tem 4 caixas, muita gente é funcionario de empresas, por isso a demora, se tivesse mais caixas, ajudaria um pouco, mais de fato deveria ser feito, outra agencia.

    ResponderExcluir
  6. Interessante, tambem, sao os caixas eletronicos... grande parte, na hora que precisamos, nao funciona.

    ô desgraça!

    (Miguel Sales)

    ResponderExcluir
  7. Outro detalhe é o fato de que tudo quanto é convênio de empresas terceirizadas vão pro BB. E agora numa nova modalidade de pagamento, que é o recebimento de ordem bancária no caixa!

    Pelo que eu saiba, antes, estes convênios pagavam através de crédito em conta, hoje pagam na boca do caixa. E não são poucos, pelo visto que usam esta modalidade. Quando chegamos na agência do BB Vítória e perguntamos "por que tanta gente no caixa? dizem: hoje é pagamento do SAEP ou seu lá o que é. Se o Banco tiver 10 caixas a demanda aumentará nesta proporção, pois há funcionários de empresas que preferem passar 3,4 horas no banco a ter que ficar 1 hora em seu local de trabalho!

    É o mesmo pessoal todo dia. Nunca muda. Sempre que chego no banco encontro as mesmas caras.

    O banco também deve se adequar a quantidade crescente de clientes. Investindo em mais funcionários, em mais estrutura física, mas não vamos culpar os bancários por isso. Eles fazem o que podem. São apenas marionetes do sistema!

    Outro detalhe, dia desses o BB entupiu de gente dizendo que o Itaú e o Banco Real estavam fora de sistema, e que na Caixa Econômica não entrava mais ninguém em pleno meio-dia!

    E aí, quem resolve esta bronca?

    ResponderExcluir
  8. Quem não tiver gostando do atendimento é só dirigir-se à nossa agência, pegar uma senha e "esperar, esperar, esperar", como o filósofo do post falou, para quando for atendido solicitar o encerramento de sua conta. Garanto que a solicitação será atendida!

    A Caixa Econômica Federal é logo ali na outra esquina. Ou o Bradesco! Lá todos são tratados como "REIS"! Né? kkkkk

    Era só o que faltava...
    O Banco só é cheio porque tem gente para ENCHÊ-LO, e 90% sem necessidade, podendo usar outros canais. Infelizmente por ignorância mesmo!
    Há dois dias atendi clientes que esperaram 5 horas e 15 minutos na fila do caixa. Isso mesmo CINCO HORAS. E a maioria era de empresas.
    Não sei como uma empresa paga funcionários pra ficarem 5 horas numa fila, podendo usar gerenciadores financeiros em seus próprios escritórios.

    É o cúmulo!

    O processo de mudança deve começar primeiro na cabeça das pessoas de nossa cidade, que são retrocessas demais, DEMAIS, D-E-M-A-I-S.

    TERESA!!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Teresa! vc pegou ar! toda errada, mas pegou ar!

    Quando eu for no banco vou querer saber quem é você... fiquei curioso!!!
    rsrs

    Quanto a esses cliente que passam 5 HORAS, e sao de empresas. Você acho que eles estao se importando,é? Eles tao é gostando, pelo menos estao no ar-condicionado e cochilando nas confortaveis poltronas do Banco.

    Teresa, concordo com vc quando diz que a maioria das pessoas vao fazer coisas que poderiam fazer atraves de outros meios. Mas Teresa, convenhamos... se o Banco ta crescendo em clientela, ele deveria se preocupar com o atendimento dos mesmos. Afinal, sao eles que estao enriquecendo essa casa capitalista chamada Banco.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. negaodafavela123, eu não tenho porque pegar ar, afinal todo mês nosso $$$ tá na conta. Então... Respeito a opinião dos clientes, afinal são os únicos prejudicados mesmo.

    O que os clientes precisam entender é que:

    Quando uma agência tem 1 caixa, vão "X" pessoas ao banco.

    Quando tem 2 caixas, vão X + Y pessoas.

    Quando tem 3 caixas, vão X + Y + Z pessoas.

    Se o banco botar 23 caixas, vai o alfabeto todinho pro banco.

    Quanto mais funcionários tiverem pra atender, mais clientes vão lotar as agências. Todo mundo sabe disso. Ou vc acha que nunca foi feito algum teste desse tipo?
    Quanto a essa "clientela" que lota o banco que vc diz dar tanto lucro, garanto que mais da metade só tem poupança e movimenta nela pra não pagar tarifa. E a outra metade tem dívida ou é idoso que vai só sacar o benefício do INSS.

    É um lucro danado mesmo...

    Saiba que quem mais dá lucro ao banco é quem não pisa os pés lá. Tenha certeza disso!

    Mas como o Banco passa uma imagem de Banco Público (o que não é verdade, pois o BB é economia mista há muito tempo) o Banco ainda é visto como Banco social, e abre conta pra todo mundo. Não é como o Itaú, que seleciona os clientes e nunca vai "encher". Então o BB vai encher mesmo... Pode ter 5, 10, 50 ou mil funcionários.

    Sem mais, quando for ao banco e precisar de alguma coisa, pode me procurar sim, estou lá pra atender mesmo!

    ResponderExcluir
  11. o grande problema das filas é a incapacidade do ser humano de usar meios alternativos.

    o grande problema do ser humano, viciado em filas é se dizer brasileiro, e se vender na epoca das eleicoes.

    o grande problema destes vendidos, é que nunca os vejo reclamando de orgaos publicos, como inss, prefeitura, postos de saude, esgotos, OU EM OUTROS BANCOS.

    ResponderExcluir
  12. Acho que a postagem fala do Banco do Brasil pq os administradores do blog devem ser clientes dele. Mas isso se estende sim pros outros bancos. Aqui em Vitoria, por enquanto, só se salva o Itaú. Mas como Teresa disse, é um banco pra um grupo seleto de pessoas.

    ResponderExcluir
  13. Infelizmente, muitos que podem utilizar os canais alternativos, preferem entrar na agência.

    Parece complexo demais usar um terminal eletrônico para efetuar um saque, isso mesmo após 10 anos, todos os meses fazendo o mesmo preocedimento.

    Parece urgentíssimo ter que esperar 1 ou 2 horas em uma fila para fazer um depósito no caixa, sendo que em 1hs seu depósito seria processado se tivesse utilizado o terminal eletrônico.

    Parece mais lucrativo pagar um funcionário para passar todos os dias no banco, do que utilizar 60 minutos para pagar os títulos e fazer transferências através do home bank.

    Parece melhor não olhar nada no meu extrato, prefito pagar uma senha, aguardar para perguntar ao atendente, afinal "tempo é dinheiro".

    Realmente estamos evoluindo!!

    ResponderExcluir
  14. O cara fala tanto em lingua portuguesa e escreve uma imbecilidade. Senso com "S" vem de sensibilidadeo correto seria voce escrever Censo com "C", ou melhor seria não escrever tanta bobagem. Procure se inteirar sobre as reais condições do trabalho dos bancários

    ResponderExcluir
  15. Agradecemos ao Sr. Anônimo pela grandiosa percepção. Dizemos-lhe, que o erro ortográfco já foi corrigido.

    Agradecemos, também, ao seu elogio, e as demais reflexões acerca da postagem.

    Caso queiram uma retratação, ficaremos honrados em publicá-la.


    Blog Deu o Carai em Vitória
    deuocaraiemvitoria@hotmail.com

    ResponderExcluir
  16. Eu acho que vcs, Teresa e demais Anonimos, estao levando pro lado pessoal. Pelo que li, a critica é ao Banco, e nao aos seus funcionarios. Ou seja, a Agencia nao tem estrutura pra atender uma cidade como Vitoria. O que acho que é verdade.

    Outra coisa, vcs estao de certa forma colocando a culpa nos clientes por nao utilizarem outros recursos alternativos, mas eu pergunto: O que o Banco tem feito para conscientizar seus clientes a usarem esses recursos?

    ResponderExcluir
  17. Reduzindo o nr de caixas e oferecendo meios alternativos para pagamentos.

    ResponderExcluir
  18. Resumindo, vcs querem que a gente seja apenas sujeitos passivos e aceitar a situação?

    O Anônimo em um comentário acima disse que ninguem reclama das filas do INSS, Prefeitura, Posto de Saude, etc. Que mundo vc vive cara? Claro que reclama! Se o doido que postou essa matéria fosse falar de todos os orgaos... vixe, ia dar mais do que uma tese.

    O BB - Vitória, precisa sim, de melhorias no atendimento. Falo do BB pq a postagem é sobre ele, mas esse problema se estende pra todos outros.

    Sei que milagres nao acontece, mas as coisas podem melhorar.

    OBS. Não to falando dos funcionarios. To falando do sistema que é deficiente.

    ResponderExcluir
  19. a cidade de vitória é uma volta ao periodo pré historico aqui tudo é ao contrario , me desculpe aos cidadões, mais aqui é uma bosta

    ResponderExcluir

Opinião é como cheque: todo mundo pode emitir, mas não necessariamente vale alguma coisa. Respeito é bom e todo mundo gosta.

 

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA
Revista Fragmentos

Travessia Mata Centro

Escola Virtual

Ven1

Dieguinho Gravações

Marcelo de Marco

Amor por Clássico