Redes Social

11 VEREADORES E UM RIO




-Que quase todo cidadão se diz apolítico isso não é mais novidade. Apesar de que, quando alguém faz tal afirmação, sem saber, estar tomando algum partido, a teoria do em cima do muro, no fim, tende a não ter sustentação.

-Com o advento da internet tornou-se comum a ânsia de todos por informações de toda natureza. É crescente o interesse e curiosidade em saber cada vez mais e melhor.

-Mesmo tendo aversão a política, é dever de todo cidadão fiscalizar, acompanhar e cobrar as ações de cada parlamentar que, na Câmara Municipal, por sua vez, tem o dever de representar de forma satisfatória os seus eleitores.

-Mesmo sem ir à Casa de Diogo de Braga, onde atua o legislativo local, graças justamente a internet, todo vitoriense, em qualquer parte do mundo, pode acompanhar semanalmente o resumo dos trabalhos realizados pelos vereadores.

-In loco ou mesmo pela web, o cidadão pode acompanhar nas sessões da Câmara as mais variadas troca de farpas, picuinhas pessoais, descaso e falta de interesse dos vereadores em atender o que de fato interessa a população. Só um assunto não entra na pauta de discussão dos legisladores: a poluição do rio Itapacurá.

-Dentre os 11 vereadores vitorienses é de se impressionar que nenhum tenha a simples sensibilidade de enxergar o grave problema que, ano após ano só tende a piorar. Por mais absurdo que pareça simplesmente não existe formação na Casa para a Comissão de Meio Ambiente, uma representação que cada vez mais ganha visibilidade por sua importância para o planejamento de um desenvolvimento sustentável.

-A bem da verdade é que apesar da notoriedade da ex-senadora Marina Silva quando candidata a presidência da republica com sua plataforma de governo baseado no bem estar da população cuidando do meio ambiente, infelizmente, a questão ainda não é uma realidade para muitos. Então, pra que um vereador atentar para o rio Itapacurá se este consequentemente não lhe renderá votos?

-Cabe então ao cidadão, mesmo avesso a política, refletir e constatar a importância do seu voto. Pois da UTI o rio Itapacurá pode ir a óbito.




Texto enviado via e-mail por:
Melicio Oliveira


Blog Deu o Carai em Vitória

3 comentários:

  1. Por falar no rio Tapacurá, o que está acontecendo embaixo da ponte da gaiola é assustador. formou-se uma lagoa de água podre, fétida, imunda... O atual prefeito inaugurou a nova ponte do amparo (que ficou ótima) mas será que ninguém da administração da prefeitura não consegue ver aquele absurdo?

    ResponderExcluir
  2. Caro Leitores o nome correto do Rio é ITAPACURA,
    Itapacurá, é de origem indígena, e faz referência às muitas pedras existentes no leito do rio que afunilam o fluxo de suas águas.
    Em Pernambuco temos a APAC e o Comitê do Capibaribe que o ITAPACURA deságua no mesmo e pertence a este Comitê e ate o momento ou seja desde 2006 nada faz pelo nosso Rio, a População Ribeirinha poderia junto com a Prefeitura e Escolas criar um Programa de Incentivo para que os Ribeirinhos não colocassem Lixo perto da Margem do nosso Rio, Raimundo José.

    ResponderExcluir
  3. onde está o projeto do presidente da câmara de vereadores,sr. Edno Neves,projeto do Itapacurá,que até hoje,foi esquecido e não houve sequer uma pauta de discussão na câmara.passou a campanha eleitoral e o sr. Edmo nem se quer fala ou dá qualquer satisfação ao eleitor e a sociedade vitoriense

    ResponderExcluir

Opinião é como cheque: todo mundo pode emitir, mas não necessariamente vale alguma coisa. Respeito é bom e todo mundo gosta.

 

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA
Revista Fragmentos

Travessia Mata Centro

Escola Virtual

Ven1

Dieguinho Gravações

Marcelo de Marco

Amor por Clássico