Redes Social

Discurso antropológico do Vitoriense Político

Foto: Sobrinha de 1 ano e 5 meses

Numa andada qualquer em meio aos vitorienses, descobri alguns indivíduos bem falantes, que esbanjam, gritam, esbravejam e batem no peito gritando números aleatórios: "Eu sou 13, 24, 25, 40, 55... 69". Como se estivessem jogando bingo ou marcando na Telesena. E me perguntei: o que são esses números? Não consegui resposta. De imediato mudei o questionamento: Por que esse alarde todo por parte da grande população ou por que as pessoas se doam tanto para defender um número? E minha resposta interna foi:

As maravilhosas pessoas deste município de porte médio, mas, no entanto com o pensamento de interior sertanejo, sempre tem uma gratidão, uma herança, tem algo a retribuir aos nossos políticos e a melhor forma de retribuição para um político é entregar o voto como se fosse uma oferenda, ou seja, como se fosse uma galinha preta no candomblé, ou um carneiro para um deus grego. Essas atitudes colocam os políticos numa posição de endeusamento ou divindade, logo, tornam-se salvadores e redentores cheios de compaixão em vez de "funcionários do povo". 

Por isso que vemos muita gente rezando e blasfemando: "Babão, babão..." ou "Esse é o zé das 500 obras" ou "Esse é o nosso amarelinho" ou "Fulano, tá todo se tremendo" ou "O 40 é ficha suja". Entre outras frases ilustres. 

O maior problema é que não se mata deuses (com um "D" bem microscópico) tão facilmente. – Mas, um dia eles morrem e o povo vira ateu ou muda de deus. Enquanto isso, vai ter muita gente pondo fé e divinizando o Mal e o Bem ou o Mau e o Bom ou como um bom vitoriense faz: os Números e as cores. 

4 comentários:

  1. Inteligente e corretíssimo comentário,parabéns até aqui foi a reflexão exposta neste blog referente a política mais racional que já li.Graças a Deus que transferir meu título para uma cidade vizinha.Amo minha cidade,mas o que se ver em um dos momentos mais importantes de um cidadão agir como tal,são atitudes totalmente contrarias.Isto são reflexos da preocupação maior do governo com o quantitativo ,e não com a qualidade de uma boa educação do povo deste país, principalmente com as regiões Nordeste e Norte.E vamos estarmos preparados porque dias piores virão.

    ResponderExcluir
  2. Perfeito,não tem mais nada a ser declarado por ninguém!Me entristeceu de certa forma esta triste realidade em que vivem meus estimados conterrâneos,porém ao mesmo tempo sorrir muito,pois as caras deles tem tudo a ver com cada um,precisa agora fazer umas com os devotos dos santos(os eleitores).

    ResponderExcluir
  3. O meu prefeito é zé do povo´, é zé do povo, é 40. Dia sete não tem outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PARABENS PRA VOCE QUE PERDE SEU TEMPO VOTANDO EM QUEM NAO PRESTA!

      O TEU PREFEITO É ZE DO ROUBO, ZE DO ROUBO É 40.

      Excluir

Opinião é como cheque: todo mundo pode emitir, mas não necessariamente vale alguma coisa. Respeito é bom e todo mundo gosta.

 

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA
Revista Fragmentos

Travessia Mata Centro

Escola Virtual

Ven1

Dieguinho Gravações

Marcelo de Marco

Amor por Clássico