Redes Social

Vitória de Santo Antão perde para Pombos

A notícia por se só é irônica, por isso não acrescentaremos mais nada.



Recentemente instalada na Zona da Mata, a fábrica de chocolates Kraft Foods gerou um contencioso judicial entre os municípios de Vitória de Santo Antão e Pombos. A Prefeitura de Pombos acionou a AD-Diper na justiça e conseguiu provar que a indústria ocupa uma área em seu território e não no de Vitória. Com isso, abocanhará a arrecadação do ISS – Imposto Sobre Serviços.


Informações: Blog do Magno Martins e Blog Ven1

7 comentários:

  1. Qual a fonte disso ?

    ResponderExcluir
  2. Vitória não ganha uma mesmo né... DEU O CARAI.

    ResponderExcluir
  3. E os 25 estavam se orgulhando do prefeito ter adquirido estas terras. então voltamos a estaca zero, não adquiriu um centímetro se terras em vitória para instalar empresas. só adquiriu bens para quinca.

    ResponderExcluir
  4. MAS KRAFT NUNCA VAI DEIXAR DE SER VSA,INDEPENDENTE DE JUSTIÇA OU NÃO!!!!

    ResponderExcluir
  5. foda mil vezes foda, affs, nada contra a cidade de pombos, mas é foda nossa cidade perder uma empresa de peso assim de uma hora pra outra =/

    ResponderExcluir
  6. caros leitores e blogueiros, eu estive no local e vi de perto que pombos pode até questinoar mas onde a fabrica está instalada nunca foi e nunca será de pombos, pois o vizinho municipio começa depois de dois leões, e de onde a kraft está para chegar em dois leões percorre-se cerca de 5 km, ou seja vitória de santo antão ainda se estende por mais 5km depois da fabrica até a divisa com pombos.
    e para se dizer que ali pertençe a pombos, deve-se antes de tudo se fazer uma medição topográfica de toda aréa de vitória de santo antão para só assim depois se afirmar que as terras pertençem ao municipio de pombos.

    como também ad-diper precisa antes de afirmar que a fabrica está 73% em território pombençe, velendo-se apenas de documentos apresentados por jane e aglailsom que a 3 anos não deixa elias lira trabalhar em paz, só atrapalhando.
    a ad-diper precisa analisar também os documentos vitorienses, pois como pode elias lira doar terreno da cidade dos outros. ora elias lira é prefeito de vitória de santo antão.

    quero deixar aqui que o unico orgão que se pronunciou afirmando que pombos tem razão, foi a ad-diper que éorgão do governo do estado e que tem como diretor uma pessoa ligada e muito amiga do ex-prefeito jose aglailson(o que não desceu do palanque e só faz atrapalhar).

    antes que alguem pergunte pq só medir a topografia de vitória de santo antão e não dos dois vitória e pombos, ora como todos sabem preferência da antiguidade é de vitória, portanto mesmo que após a medição topográfica vereficar que vitória tem sua area de 371.796 km² menor do que está em documentos, se fará valer a antiguidade da cidade de vitória e a aréa deverá ser acrecentada para se totalizar os 371.796km² que vitória de santo antão tem.

    não se esqueçam que ano que vem tem eleições e que aglailson sempre sedento pelo poder está e fará de tudo para prejudicar elias lira.

    muito estranho ele vir com essa coisa agora, já que elias começa subir nas pesquisas e já desponta como favorito a sua reeleição em vitória.

    ResponderExcluir
  7. gostaria de receber opiniões sobre o comentário acima, já que tive o cuidade de consultar advogados e engenheiros profissionais em medição de aréas territóriais. muito obrigado a todos. feliz 2012.

    ResponderExcluir

Opinião é como cheque: todo mundo pode emitir, mas não necessariamente vale alguma coisa. Respeito é bom e todo mundo gosta.

 

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA
Revista Fragmentos

Travessia Mata Centro

Escola Virtual

Ven1

Dieguinho Gravações

Marcelo de Marco

Amor por Clássico