Redes Social

Vamos à Praça?



Final de tarde (ou qualquer hora do dia ou da noite)... Que tal ir caminhar, descansar lendo um livro, paquerar, namorar ou mesmo levar as crianças para brincar, nas praças? 

Parece ser uma excelente ideia, se as praças não forem em Vitória de Santo Antão, zona da mata de Pernambuco. 
"Praça", para os menos afortunados cognitivamente  é qualquer espaço público urbano livre de edificações e que propicie convivência e/ou recreação para seus usuários. Normalmente, a apreensão do sentido de "praça" varia de população para população, de acordo com a cultura de cada lugar. Em geral, este tipo de espaço está associado à idéia de haver prioridade ao pedestre e não acessibilidade de veículos, mas esta não é uma regra. O termo também pode, no contexto militar, se referir a uma categoria de sargentos – o que não é o caso - . 


Só lembrando que, ágora era a praça principal na constituição da pólis, a cidade grega da Antiguidade clássica. Normalmente era um espaço livre de edificações, onde as pessoas costumavam ir configuradas pela presença de mercados e feiras livres em seus limites, assim como por edifícios de caráter público. Enquanto elemento de constituição do espaço urbano, a ágora manifesta-se como a expressão máxima da esfera pública na urbanística grega, sendo o espaço público por excelência. É nela que o cidadão grego convive com o outro para comprar coisas nas feiras, onde ocorrem as discussões políticas e os tribunais populares: é, portanto, o espaço da cidadania.


Vitória de Santo Antão, como qualquer outra cidade do universo, têm algumas praças. Entre elas estão as mais populares: Praça Don Luiz de Brito (Praça da Matriz), Praça 03 de Agosto (Praça do livramento) e Praça da Bela Vista (Cujo, deu o carai em nossos protetores de encéfalo e não lembramos o verdadeiro nome dela).  Ótimas praças, se não fosse o tão belo estado de conservação que elas se encontram; começando pela Praça da Matriz, que só d(D)eus sabe quando vai ser concluída sua reforma. Descendo e subindo um pouco chegamos a Praça do Livramento, que tá tão bem conservada que ... deu o carai! Até o índio (o monumento),  está amputado - a dor foi tão forte que ele acabou disparando sua flecha - . E o Jacaré? Preferimos não comentar.  Descendo e subindo mais um pouco é possível chegar na Praça da Bela Vista, que além de está bem conservada, virou centro de reflexão para os  usuários da “parada.” 

A inquietação que o Blog deixa é: Se as mais populares estão assim, como será que está a situação das outras?


Blog Deu o Carai em Vitória 
Informações complementares da Enciclopédia Livre Online (Wikipédia)
Imagens: Google imagens / Orkut - Comunidade Vitória de Santo Antão

4 comentários:

  1. Acho que a unica situação que elas se encontra é a situação precária.

    Tenho fé que um dia isso vai mudar!

    ResponderExcluir
  2. De quem é a culpa pela situaçao das praça???? Para os menos afortunados cognitivamente, Do Governo do Estado de Pernambuco, parece mentira mas é verdade, desde a gestao do ex-governador Jarbas instituiu, por lei, que todas as praças publicas, como sendo de competencia do Estado a sua revitalizaçao, reforma e preservaçao.
    De quem é a culpa agora? Do governo do Estado. Quem tem acesso ao governador?? Os Nossos Queridos Deputados Estaduais, e onde eles estao?? Um, na tv, metendo o pau na atual gestao, com seu palavriado improprio para o horario; e outro na sua radio fazendo de nosso ouvidos piquinico, dizendo tudo q vem p k.
    Fala serio!!
    Blog Apoiadissimo!!

    ResponderExcluir
  3. A verdade é que as praças da cidade nunca foram conservadas.

    ResponderExcluir
  4. A verdade é que a consciência da população Vitoriense é precária. É muito bom colocar a culpa no governo, mas, alguém, algum dia, parou para pensar quem danifica, pixa, quebra ou destrói as praças, lixeiras, carteiras escolares, as próprias escolas? É a população, pagamos impostos altíssimos, para nós mesmos destrírmos o que compramos com nosso dinheiro suado! Esta é a realizade!

    ResponderExcluir

Opinião é como cheque: todo mundo pode emitir, mas não necessariamente vale alguma coisa. Respeito é bom e todo mundo gosta.

 

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA
Revista Fragmentos

Travessia Mata Centro

Escola Virtual

Ven1

Dieguinho Gravações

Marcelo de Marco

Amor por Clássico