Redes Social

Apenas um milhão e meio de brasileiros consomem maconha diariamente




Talvez você em sua ingenuidade acreditasse que seria mais, porém os brasileiros, entre adultos e adolescentes, que consomem maconha diariamente somam 1,5 milhão, aponta estudo pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que não foi realizado em Vitória de Santo Antão.

O 2º Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad), que também não foi realizado em Vitória, revela ainda que 7% da população adulta já experimentou a droga em alguma fase da vida, o que equivale a 8 milhões de pessoas. Entre adolescentes, 600 mil tiveram contato com a maconha.

Dos 3,4 milhões de pessoas que usaram maconha no último ano, mais de um terço (37%) é dependente, o que representa 1,3 milhão. Entre os adolescentes, os índices de dependência alcançam 10% dos entrevistados.

De acordo com a pesquisa, o Brasil não está entre os países com os maiores índices de consumo da droga. Enquanto, a média é 3%, o índice chega a 5% na Europa e 10% nos Estados Unidos. No entanto, ainda conforme a pesquisa, as Nações Unidas acreditam que os dados oficiais na América Latina possam ser subestimados, "uma vez que o volume de maconha apreendido no Brasil está entre os maiores do mundo e o país não é um grande fornecedor de nenhuma região."

Foram entrevistadas 4.607 pessoas em 149 municípios, menos em Vitória de Santo Antão, com idade a partir de 14 anos. A amostragem, de acordo com os coordenadores do estudo, é representativa. Diferente da primeira pesquisa, feita em 2006, os entrevistados no atual levantamento responderam a um questionário sigiloso sobre consumo de drogas.

Os entrevistados também foram questionados sobre a legalização da maconha no país. A maioria (75%) é contrária, ante 11% favoráveis. Os dados reunidos no Lenad irão possibilitar, posteriormente, a avaliação do consumo de outras drogas, como o crack.


Blog Deu o Carai em Vitória
Informações complementares: Agência Brasil

Um comentário:

  1. Arnaldo . F. dos santos.6 de agosto de 2012 13:33

    Nunca fumei, nunca bebi aguardente, mas vi depois que esse nosso prefeito assumir a prefeitura se tornarem alcoólatra por conta da diminuição drástica em seus vencimentos, quando esse fato ocorreu passei muitas noites sem dormir, fiquei com depressão, até hoje não consegui entender porque nossos nossas gratificações sofreram foram todas cortadas, GRATIFICAÇÕES DO SUS. GRATIFICAÇÃO POR PRODUTIVIDADE. SALUBRIDADE. RISCO DE VIDA. tudo isto cortado de uma vez, procurei força em Deus e na religião se não me apegasse em algo superior creio que hoje seria um dependente químico, hoje compreendo porque tantos trilham por este caminho,a maioria deles tiveram batalhas que não tiveram forças para enfrentar, nome no spc, serasa. muitos não compreendem porque os efetivos da prefeitura quase todos votam no 40. não temos culpa de sermos pobres para não termos a compreensão do prefeito atual. vocês se perguntam porque os menos favorecidos só querem 40 e quase a maioria dos ricos só querem 55?

    ResponderExcluir

Opinião é como cheque: todo mundo pode emitir, mas não necessariamente vale alguma coisa. Respeito é bom e todo mundo gosta.

 

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA
Revista Fragmentos

Travessia Mata Centro

Escola Virtual

Ven1

Dieguinho Gravações

Marcelo de Marco

Amor por Clássico