Redes Social

A politicagem deixa as ruas e invade o IFPE – Vitória


Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Vitória, vulgo Escola Agrotécnica.

De acordo com informações do seu próprio site, o Instituto tem como missão promover a educação profissional, científica e tecnológica em todos os seus níveis e modalidades, com base no princípio da indissociabilidade das ações de Ensino, Pesquisa e Extensão, comprometida com uma prática cidadã e inclusiva, de modo a contribuir para a formação integral do ser humano e o desenvolvimento sustentável da sociedade.  O objetivo é, antes de tudo, formar profissionais cidadãos, críticos, capazes, comprometidos e conscientes de seu papel em sociedade e em sintonia com as transformações pelas quais passa o mundo moderno. 




Porém, nos últimos dias o clima naquele contexto educacional está muito semelhante ao clima que percorrem as ruas da Cidade em que a instituição está localizada: Um verdadeiro curral eleitoral. Isto por conta das eleições, para Diretor Geral do campus, que acontecem na próxima quarta-feira (16/05).


O que, na teoria e nas nossas mentes, deveria ser um evento em que demonstrasse ao alunado e a comunidade escolar  o verdadeiro significado da política e da democracia, com propostas construtivas e disputa amistosa, vem se tornando um show de sérias acusações entre os candidatos, João Pereira (posição) e Sérgio D’Oleron (oposição), bem como entre os demais funcionários e alunos. A principal ferramenta de agressões é a rede social Facebook, que entre as postagens que são feitas pelos educandos e funcionários, o alienamento acaba provocando ditos difamatórios e comentários que ferem o princípio democrático. 


Separamos, abaixo, uma das postagens que gerou desavença entre servidores e discentes. Na mesma, um professor, através de uma pequena história acusa o Coordenador Geral de Assistência  ao Educando de que, caso a oposição vença, o mesmo abandonará o cargo, deixando o afeto aos alunos.:


Clique para aumentar. Imagem: Facebook



Se em um ambiente em que deveria prevalecer o estímulo ao aprendizado significativo, libertador e reflexivo, o germe da bactéria chamada “politicagem” também reside e busca apenas o benefício subjetivo e não coletivo, como poderemos acreditar no “Futuro da Nação?  





Blog Deu o Carai em Vitória
Informações complementares: Portal do IFPE-Vitória




2 comentários:

Opinião é como cheque: todo mundo pode emitir, mas não necessariamente vale alguma coisa. Respeito é bom e todo mundo gosta.

 

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA
Revista Fragmentos

Travessia Mata Centro

Escola Virtual

Ven1

Dieguinho Gravações

Marcelo de Marco

Amor por Clássico