Redes Social

Projeto Escorpiões

Mestranda em Biologia Animal desenvolve projeto de pesquisa em Vitória de Santo Antão, e precisa da colaboração da comunidade para a real efetivação do estudo.



Acidentes por escorpiões ocupam o segundo lugar no ranking dos acidentes  por animais peçonhentos em humanos no mundo, causando significante número de casos de morbidade e óbitos. Dados do Ministério da Saúde informam que, nos últimos seis anos, o número de acidentes por animais peçonhentos cresceu 32,7% no Brasil. As notificações subiram de 68.219 em 2003 para 90.558 em 2009, onde mais de 45 mil casos foram ocasionados pelo envenenamento de escorpiões, causando 103 óbitos. No Nordeste, o escorpião Tityus stigmurus é o maior responsável pelos acidentes escorpiônicos, sendo os estados Bahia, Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte os mais afetados. A gravidade dos acidentes depende de fatores como, a espécie e o tamanho do escorpião, a quantidade de veneno inoculado, a massa corporal e a idade do acidentado, sendo crianças menores que sete anos mais susceptíveis ao veneno.

O Projeto Escorpiões visa levar à população informações e curiosidades sobre Escorpionismo. O que fazer em caso de acidente por escorpião e como evitar o seu aparecimento.

O Projeto  está sendo desenvolvido pelo Laboratório de Fisiologia e Farmacologia do CAV, com Co-orientação do Profº René, e no Laboratório de Invertebrados Terrestres no CCB, com orientação da Profª Cleide. É um projeto de mestrado, que tem como objetivo a extração da peçonha do escorpião Tityus Stigmuruse sua ação na perfusão de rim isolado de rato. 
 
Para desenvolvê-lo, será necessário a  colaboração de todos para as coletas desses escorpiões. Se em sua casa apareceu ou aparece escorpiões com frequência, ou se você tem parentes com o mesmo problema, ou amigos, ou ficou sabendo que está havendo um grande foco de escorpiões em um determinado bairro entre em contato para que seja marcada  uma visita. Serão necessários aproximadamente 200 escorpiões para criação e extração mensal da peçonha.

Iremos realizar campanhas em nossa cidade e para isso precisaremos de estagiários. Em breve estaremos abrindo seleção para estagiários. Aos que se interessar em trabalhar conosco, fiquem atentos às nossas atualizações e cartazes nos quadros de avisos do UFPE-CAV. Para trabalhar é preciso principalmente coragem - não ter medo de escorpiões.

Entre em contato através do e-mail:
projetoescorpiao@gmail.com ou fone (81) 87105402/96052775 (Nathalia Alves) 
ORKUT - Perfil da Mestranda / Perfil do Projeto (Clique )

Vale Ressaltar que o projeto tem licença e autorização do IBAMA.



Att. Nathalia Alves -  Mestranda em Biologia Animal - UFPE

Blog Deu o Carai em Vitória, apoia esta ideia.






4 comentários:

  1. Bem interessante. Qualquer coisa eu entro em contato! Parabéns!

    Parabéns tambem ao Blog por publicar!
    Vitoria é uma cidade, que apesar dos caralhos, tem muita gente inteligente e que niguem (mídia) se propoe a divulgar as pesquisas.Estao mais preoculpados em fazer politicagem.


    Abraços,

    ResponderExcluir
  2. O procedimento para alguem que picado por um escorpião é o mesmo que por cobras? Levar a pessoa imediatamente pro PS e se puder levar o escorpião?

    Qualquer hospital tem capacidade de socorrer uma vitima de picada de escorpião?

    Legal o blog. Sucesso nas suas pesquisas.

    o meu:

    http://matocomcachorro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Nathalia (a mestranda)28 de março de 2011 20:21

    Oi Léo, é o mesmo procedimento - levar a pessoa ao hospital e se possível levar o animal para identificação. Existem hospitais específicos para estes casos, aqui em Vitória é o Hospital João Murilo. Se o caso for grave, sendo necessário o uso do soro anti-escorpiônico, então o paciente é encaminhado para o CEATOX (Centro de Assistência Toxicológica),aqui em Pernambuco fica no Hospital da Restauração. Qualquer dúvida, entre em contato conosco no nosso perfil. Obrigada^^

    ResponderExcluir
  4. Nathalia (a mestranda)28 de março de 2011 20:22

    Olá Juliana, obrigada pelas palavras :)

    ResponderExcluir

Opinião é como cheque: todo mundo pode emitir, mas não necessariamente vale alguma coisa. Respeito é bom e todo mundo gosta.

 

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA

OUTROS BLOG'S DE VITÓRIA
Revista Fragmentos

Travessia Mata Centro

Escola Virtual

Ven1

Dieguinho Gravações

Marcelo de Marco

Amor por Clássico